Posicionamento digital

Posicionamento: Sim, você está fazendo errado!

Vou começar este post com um disclaimer. Eu não sou 100% marketeiro. Eu sou um cara de dados, mesmo. Sou formado em engenharia, adoro dados. Mas já trabalho há muitos anos com marketing digital e me sinto seguro em afirmar que o posicionamento da sua empresa é de importância primordial. Na minha experiência – e em tudo o que eu li e vi nos meus muitos anos de prática – sem um trabalho bem feito de branding e de posicionamento da marca, todos os nossos esforços de divulgação, de captação de leads ou de vendas na loja virtual não são eficientes.

Quando a pessoa acessa o seu site ou loja virtual e não tem uma mensagem clara sobre sua marca e as soluções que ela propõe, ela desiste do que queria fazer – fosse deixar seus dados para receber informações do produto, fosse comprar o produto na loja virtual. Por isso o posicionamento é essencial, pois se você não estiver fazendo um trabalho de posicionamento na sua empresa, você está de alguma forma atrapalhando todo o seu trabalho de marketing digital.

Agora vem o porém.

Um problema recorrente que observo com alguns dos nossos novos clientes -inclusive os clientes grandes – é que eles em geral chegam até a Loft44 com um manual da marca definido, branding e um histórico bacana de produção de conteúdo. Tudo indica que eles estão fazendo o posicionamento adequadamente. Porém, só quando nós começamos a trabalhar efetivamente com a conta é que percebemos que durante todo esse tempo, essas marcas se esquecem de um item essencial em todo posicionamento: O posicionamento técnico, ou seja, a inclusão das informações técnicas em todas as áreas do site e nas contas nas mídias sociais.

É muito comum isso. As empresas fazem todo aquele trabalho lindo de organização de conteúdo, de fortalecimento da marca e de coerência. Toda a comunicação no front-end está sendo muito bem-feita. Mas quando nossa equipe começa a olhar para o back-end parece que toda a parte mais técnica de associar o conteúdo à comunicação que eles estão produzindo, está faltando. Tanto que o Google muitas vezes – podem ser outras ferramentas de busca, mas uso o Google como exemplo por ser a principal – poderia estar lendo uma outra coisa.

Como funciona o posicionamento técnico

Outro dia eu estava fazendo a análise do site de um cliente que trabalha no ramo imobiliário. Estávamos vendo toda a organização do site para avaliar as otimizações que poderíamos implementar e percebemos que uma coisinha básica da programação do website deles estava faltando: não havia nas metatags nem sobre seus imóveis, nem sobre o ramo em que eles trabalham.

O conteúdo que eles estavam produzindo estava ótimo, mas para o Google estava aparecendo como se estivessem trabalhando num outro ramo completamente diferente. Parecia que o site deles foi copiado de um outro lugar e ficaram algumas das tags do site original. As demais tags os desenvolvedores do site simplesmente esquecerem de inserir ou nem sabiam que existia.

Então, mesmo com todo o trabalho de posicionamento que eles estavam fazendo, quando chegou a hora de se posicionar nas ferramentas de busca e nas mídias sociais, eles não apareciam. Apareciam os concorrentes – até mesmo concorrentes pequenos – e até aparecia um pouquinho o site deles, pois o Google lê muita coisa. Mas pela qualidade do trabalho de branding e produção de conteúdo que eles vinham fazendo, eles poderiam ter uma visibilidade muito maior e muito mais relevante.

O erro que eles estavam cometendo era que eles estavam trabalhando no nível visual, no nível de pessoas,e nos níveis de leitura de uma forma muito boa. Só que no nível técnico – o nível que o Google, Facebook, Linkedin e as outras mídias sociais  queriam ler – eles não estavam trabalhando. Então eles batalhavam ano após ano para aparecer nos resultados de busca e eles apareciam, só que nunca com aquela autoridade que eles tinham no nível não-técnico. O nível técnico não acompanhava o nível de produção de conteúdo deles.

Indo além do bonito

Então o posicionamento não é apenas se posicionar para as pessoas: é também se posicionar para o Google e as mídias sociais. Porque se você consegue se posicionar tanto para as pessoas, como para as ferramentas de busca e as mídias sociais, você consegue realmente dominar seu mercado e está se posicionando de uma forma coerente e com longevidade. Quando você tem o aval positivo do público (nível visual) e do Google e as mídias sociais (nível técnico), aí sim você está se posicionando bem.

Se você estiver interessado em se aprofundar mais no assunto das tags e metas, escrevemos um post bem detalhado sobre os tipos de tags e a importância delas. Ou, se você quer deixar essa parte mais técnico para as pessoas que gostam desse tipo de coisa (como eu e nossa equipe aqui na Loft44), você pode solicitar uma análise da sua estrutura digital preenchendo o formulário no link logo abaixo.

Diagnóstico de sua estrutura digital

Solicite gratuitamente uma análise personalizada da Loft44.
Agendar um horário

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seja nosso próximo case

Sobre a Loft44

A Loft44 surgiu da paixão pelo mundo digital, da necessidade de colaborar na construção de negócios relevantes e do desejo de ajudar as marcas a estabelecerem uma relação mais valiosa com o consumidor. Essa é a filosofia que guia a maneira como nossa equipe e nossos clientes pensam.

Mais populares

ORÇAMENTO PARA UM WEBSITE EM WORDPRESS ONLINE
ADWORDS - CALCULADORA DE CLIQUES ONLINE
MATERIAIS DE APOIO DE MARKETING DIGITAL